Christopher Wray, escolhido do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para liderar a Agência Federal de Investigação (FBI, na sigla em inglês), deve enfrentar perguntas de democratas e republicanos sobre a independência de seu nome em relação à Casa Branca.

A audiência de confirmação de Wray para o cargo de diretor do FBI será realizada nesta quarta-feira, no Senado, e deve se concentrar no tumulto político em torno de sua nomeação. Democratas e republicanos já sinalizaram que desejam saber como Wray pretenderia se posicionar caso estivesse na mesma situação que James Comey, o antigo diretor da agência, a quem Trump pediu lealdade.

A nomeação de Wray ocorreu semanas após Trump ter demitido Comey do cargo, em meio a uma investigação do FBI sobre uma suposta interferência do governo da Rússia nas eleições presidenciais americanas do ano passado. Fonte: Associated Press.