Os eslovacos participaram de um plebiscito nacional neste sábado para decidir se reduzem de 150 para 100 o número de legisladores e limitam a imunidade parlamentar. Os eleitores também opinaram se querem poder votar em debates parlamentares através da Internet e sobre o fim das taxas que pagam para assistir a TV pública. A realização do plebiscito foi proposta pelo partido Liberdade e Solidariedade (SaS). Foram coletadas 401.126 assinaturas, mas apenas 386 mil foram consideradas válidas.

Para o plebiscito ser validado, pelo menos 50% dos 4,4 milhões de eleitores registrados precisam participar. Mas pesquisas sugerem que o comparecimento deve ficar em torno de apenas 20%. Até hoje, somente um plebiscito na Eslováquia teve mais de 50% de participação, quando os eleitores votaram sobre a entrada do país na União Europeia, em 2003. As informações são da Associated Press.