O Ministério do Interior da Espanha informou que todos os 154 corpos das vítimas do acidente aéreo, na semana passada, no aeroporto de Madri, foram identificados e estão sendo enviados aos parentes. Um dos mortos no acidente era o brasileiro Ronaldo Gomes Silva.

Muitos dos corpos estavam severamente queimados, o que exigiu o uso de impressão digital e informações de DNA para identificação.

Apenas 18 dos 172 passageiros a bordo do avião da companhia Spanair, vôo JK5022 de Madri para as Ilhas Canárias, sobreviveram ao acidente em 20 de agosto. Uma investigação sobre as causas ainda está em andamento.