O governo espanhol pediu hoje que a Venezuela respeite o funcionamento de sua Justiça. Madri insistiu para que o governo de Hugo Chávez esclareça rapidamente o suposto apoio dado à aliança entre o grupo separatista ETA (Pátria Basca e Liberdade) e a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC).

“Os problemas se solucionam com a colaboração e sempre com o respeito”, afirmou a vice-presidente María Teresa Fernández de la Vega, após uma reunião semanal do gabinete. “O respeito devido às instituições, o respeito à nossa Justiça, o respeito devido ao nosso país”, insistiu.

A vice-presidente assegurou que a Venezuela também está interessada em que a Espanha esclareça o conteúdo do polêmico inquérito judicial divulgado na segunda-feira, segundo o qual o governo de Chávez cooperaria em uma aliança estratégica entre a organização separatista basca e os guerrilheiros colombianos.