A Estátua da Liberdade deverá ser reaberta em 4 de julho, Dia da Independência dos EUA, cerca de oito meses depois de ter sido fechada por causa do furacão Sandy. O secretário do Interior, Ken Salazar, fez hoje o anúncio.

A estátua no porto de Nova York foi poupada dos danos causados pela supertempestade do final de outubro, mas a Liberty Island, onde fica a estátua, acabou gravemente danificada. Edifícios ficaram inundados. Também houve destruição de caldeiras, bombas de esgoto e sistemas elétricos.

O furacão Sandy veio um dia depois do 126º aniversário da Estátua da Liberdade e da reabertura de sua coroa, após uma reforma de um ano de duração que custou US$ 30 milhões. As informações são da Associated Press.