A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, planeja nomear o ex-diplomata Marc Grossman para o posto de enviado especial dos Estados Unidos para Paquistão e Afeganistão, segundo informaram funcionários para o Wall Street Journal.

Grossman assumirá o posto que era ocupado por Richard Holbrooke, um veterano diplomata que foi o arquiteto do plano de paz para encerrar a Guerra da Bósnia, em 1995. Holbrooke morreu em dezembro, após um rompimento na aorta. Não está claro se Hillary fará o anúncio oficial do novo nome.

A nomeação ocorre no momento em que as relações com Islamabad tornam-se cada vez mais estremecidas. O Paquistão se recusa a libertar um diplomata norte-americano que matou a tiros dois homens armados em Lahore, no fim de janeiro. O governo dos EUA afirma que o funcionário agiu em legítima defesa e tinha imunidade diplomática, por isso deve ser liberado. Grossman também auxiliará na difícil relação com o presidente afegão, Hamid Karzai. Os EUA devem começar a retirar suas forças do país em julho.

Grossman se aposentou do Departamento de Estado em 2005, após ocupar os postos de subsecretário para assuntos políticos, secretário-assistente para assuntos da Europa e embaixador na Turquia. Hillary avaliou vários candidatos para a posição de enviado especial. Muitos dos sondados, porém, preferiram não assumir o cargo alegando razões pessoais. As informações são da Dow Jones.