A Alpha Natural Resources, proprietária atual de uma mina de carvão na Virgínia Ocidental onde uma explosão matou 29 homens, pagará quase US$ 210 milhões em indenizações, em um acordo histórico de reparação dos danos provocados pela tragédia na indústria de mineração americana. O procurador do governo dos EUA para o sul da Virgínia Ocidental, Booth Goodwin, anunciou o acordo nesta terça-feira, o qual ele definiu como uma “resolução revolucionária”, que foi a maior sobre uma investigação trabalhista criminal em um desastre numa mina nos EUA. A explosão ocorreu em 5 de abril de 2010.

Como parte do acordo, a empresa Alpha Natural Resources não será acusada dos crimes, mas indivíduos ainda podem enfrentar investigações e acusações criminais. A Alpha adquiriu a empresa Massey Energy após a explosão na mina Upper Big Branch, em 2011.

O acordo inclui o pagamento de US$ 46,5 milhões em reparações criminais às famílias dos mineiros mortos, além dos dois únicos sobreviventes, e US$ 35 milhões em penalidades para todas as transgressões da Massey, incluídos US$ 11 milhões à mina Upper Big Branch. Outros US$ 128 milhões financiarão melhorias na segurança das minas da Alpha nos EUA.

As informações são da Associated Press.