A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Nikki Haley, alertou que o país está irá anotar os nomes dos países que criticarem a decisão do presidente americano, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como a capital de Israel.

“Nós sempre somos convidados a fazer mais e a dar mais. Então, quando tomamos uma decisão pela vontade do povo americano, sobre a localização da nossa embaixada, não esperamos ajuda que nos direcione”, disse Haley em seu perfil no Twitter.

A embaixadora, que adotou posição agressiva na ONU sobre as prioridades dos EUA, observou que os EUA irão anotar os nomes dos países que criticarem a posição dos EUA sobre Jerusalém. Fonte: Associated Press.