O governo dos Estados Unidos anunciou nesta sexta-feira a imposição de sanções contra quatro generais venezuelanos, acusados de atos de corrupção e violações aos direitos humanos. A ação congela qualquer ativo que os militares tenham sob jurisdição americana e também proíbe qualquer cidadão dos EUA de fazer negócios com eles. As alvos de hoje foram Rodolfo Clemente Marco Torres, Francisco José Rangel Gómez, Fabio Enrique Zavarse Pabón e Gerardo José Izquierdo Torres.

A administração do presidente Donald Trump já aplicou dezenas de sanções contra funcionários e ex-funcionários venezuelanos. Entre os alvos anteriores já esteve o vice-presidente Tareck El Aissami, por seu suposto envolvimento no tráfico internacional de drogas.

Washington também impôs sanções econômicas contra o país, no momento em que Caracas tenta renegociar sua grande dívida com credores internacionais. Fonte: Associated Press.