A embaixada dos EUA na Venezuela parcialmente suspendeu a emissão de visto para turistas venezuelanos após a expulsão de diplomatas norte-americanos.

A embaixada explicou que a decisão de Nicolás Maduro de expulsar três funcionários consulares em janeiro e a demora em autorizar a chegada de novos oficiais torna impossível atender a demanda.

Em comunicado, a embaixada disse que continuará a atender turistas que querem renovar os vistos, desde que não esteja vencido há mais de um ano, mas não conseguirá marcar consultas para quem ainda não possui visto, a não ser em casos de emergência.

Em janeiro, Maduro acusou os funcionários norte-americanos de apoiarem os protestos contrários ao governo. Washington negou a acusação. Fonte: Associated Press.