A Casa Branca alertou que a paralisação de parte das atividades federais poderá afetar as sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã. Segundo o porta-voz Jay Carney, o Tesouro norte-americano está com quase toda sua equipe dispensada e não pode exercer funções centrais.

Carney afirmou que o corte de pessoal pode barrar sanções ao Irã, à Síria, a grupos considerados terroristas e a cartéis de drogas. O presidente Barack Obama será informado sobre o assunto nesta sexta-feira.

O alerta coincide com a preocupação de Israel e de grupos políticos norte-americanos sobre um possível abrandamento das sanções ao Irã em meio a sinais de aproximação. Fonte: Associated Press.