Os Estados Unidos suavizaram seu alerta para viagens para o Bahrein, citando melhorias na segurança no país do Oriente Médio. Porém, o Departamento de Estado também advertiu que a agitação ainda continua e disse que os americanos em viagem ao Bahrein devem tomar precauções. Alguns cidadãos americanos podem não receber permissão para entrar no país por causa do aumento das exigências das autoridades, enquanto operações de segurança podem tornar a viagem perigosa.

O Departamento de Estado disse que os diplomatas americanos no Bahrein estão de volta ao trabalho, depois da autorização para a saída de funcionários não-essenciais em abril. A Embaixada está aberta e funciona normalmente.

Os protestos que tomaram grande parte do mundo árabe chegaram ao Bahrein no início deste ano, mas o governo os reprimiu duramente. Não há registros de americanos ou ocidentais ameaçados ou visados como alvos de violência, afirmou o departamento. As informações são da Associated Press.