O ex-governador Martin O’Malley, do Estado norte-americano de Maryland, lançou sua candidatura presidencial neste sábado. O’Malley fez o anúncio em um comício no bairro de Federal Hill, com vista para a cidade de Baltimore onde começou sua carreira política como vereador e foi duas vezes eleito prefeito.

O político de 52 anos enfrenta chances pequenas de ganhar as prévias do partido democrata, que já tem como candidatos a ex-secretária de Estado, Hillary Clinton. Contudo, o ex-governador afirmou que ele não é desestimulado pela aura de inevitabilidade de Hillary ou a sua própria posição fraca nas pesquisas.

Ele tentou se posicionar à esquerda de Clinton. O dirigente se opõe a um pendente acordo comercial com alguns países do Pacífico e o oleoduto Keystone XL. O político também afirmou uma preferência à expansão de benefícios da Previdência Social. Hillary têm evitado essas questões.

“Não podemos permitir que outra crise de Wall Street caía sobre as famílias trabalhadoras”, disse Martin O’Malley em um discurso no mês passado em Iowa.

O’Malley é o terceiro democrata a declarar oficialmente sua candidatura para a nomeação presidencial do partido, junto com Hillary Clinton e o senador Bernie Sanders, de Vermont. Outros possíveis candidatos democratas incluem o ex-senador da Virginia Jim Webb e ex-governador de Rhode Island Lincoln Chafee. O’Malley tem uma média de apenas 0,8% da preferência, segundo o site Real Clear Politics, ficando em último dentre sete democratas. Fonte: Dow Jones Newswires.