O ex-primeiro-ministro grego Alexis Tsipras disse neste domingo que as eleições que ocorrem daqui a duas semanas no país serão um batalha entre seu governo “honrado” e o “período sombrio de corrupção, clientelismo e redes de poder” que prevaleceu nas décadas anteriores.

Tsipras, líder do partido de esquerda Syriza, disse ser o mais preparado para melhorar o pacote de ajuda com credores da Grécia. O país está sob o comando de um governo interino. Tsipras e seu gabinete renunciaram em 20 de agosto, após vários parlamentares terem deixado o partido.

O ex-premiê disse que sua política econômica será baseada em “forte intervenção governamental, com investimentos estatais para redistribuição de renda”. Ele também acusou seus oponentes conservadores de defender demissões em massa e formas flexíveis de trabalho, e disse que promoverá “empreendimentos de economia colaborativa com salários subsidiados”.

De acordo com pesquisas de opinião, seu partido está praticamente empatado com os rivais conservadores da Nova Democracia e nove partidos devem entrar no parlamento, o que aponta para um governo de coalizão. Fonte: Associated Press.