Néstor Kirchner, ex-presidente da Argentina, foi hospitalizado ontem à noite por causa de um problema cardíaco. Embora não tenha havido comunicado oficial do governo, a agência Noticias Argentinas informou que o marido da presidente Cristina Fernández foi submetido a uma angioplastia depois de ter sido levado com urgência a uma clínica da capital com adormecimento nas pernas.

Kirchner foi internado no Sanatorio Los Arcos, a mesma clínica onde, em fevereiro, foi submetido a uma cirurgia de emergência para a retirada de uma placa ulcerosa na artéria carótida direita.

O problema na artéria carótida envolve o estreitamento das principais artérias que transportam sangue do coração para o cérebro. As paredes dessas artérias podem engrossar por causa de depósito de substâncias gordurosas e de colesterol, conhecida como placa, diminuindo do fluxo de sangue oxigenado para o cérebro e aumentando o risco de uma acidente vascular cerebral.

Kirchner, que completou 60 anos em fevereiro, já declarou que ele ou sua mulher concorrerá à presidência em 2011. Atualmente, ele é congressista, presidente do partido que governa o país e foi nomeado recentemente presidente da União das Nações Sul-americanas.