Expatriados egípcios já começaram a votar nesta sexta-feira para escolher o substituto do líder deposto Hosni Mubarak. Segundo a comissão eleitoral, cerca de 700 mil egípcios estão registrados para votar em 166 países, mas o Ministério do Exterior coloca o número de eleitores registrados em quase 500 mil.

O total representa uma pequena proporção do contingente de egípcios que vive no exterior, estimado em aproximadamente oito milhões.

Os principais candidatos são Amr Moussa, que foi ministro do exterior de Mubarak durante dez anos e chefe da Liga Árabe em 2001, e Abdel-Moneim Abolfoto, um islamita moderado que rompeu com a Irmandade Muçulmana no ano passado.

Os dois estão entre os 13 candidatos que competem na eleição. Se nenhum deles conseguir maioria no primeiro turno das eleições, previsto para os dias 23 e 24 de maio, um novo turno será realizado entre os dois candidatos mais votados, nos dias 16 e 17 de junho. A votação dos expatriados prossegue até 17 de maio, com o segundo turno, se houver, programado para 3 de junho. As informações são da Associated Press.