A polícia afegã afirmou, hoje, que pelo menos 36 pessoas morreram após a explosão de cinco carros-bomba na cidade de Kandahar, ao sul do país. Segundo um médico local, pelo menos outras 13 pessoas ficaram feridas. Um membro do conselho provincial, Haji Agha Lalai, disse que cinco carros com explosivos foram detonados ao mesmo tempo, quando já era noite na região. Lalai também afirmou que o alvo era uma empresa de construção japonesa que emprega, em sua maioria, engenheiros paquistaneses. Militantes do Taleban tem realizado vários ataques em Kandahar. A cidade é o berço espiritual do grupo islamita.

Hoje, outra bomba matou quatro soldados norte-americanos no sul do Afeganistão, informaram os militares dos Estados Unidos. Com o ataque, sobe para 41 o número de soldados dos EUA mortos em território afegão neste mês, o segundo mais mortífero no país desde a invasão de 2001, liderada pelos norte-americanos. No mês passado ocorreu o recorde, com 44 soldados dos EUA mortos. A violência aumentou muito no território afegão nos últimos três anos. Os EUA mantêm 60 mil militares no país, um número recorde. Com informações da Dow Jones.