O colapso do sistema de ar-condicionado forçou a retirada dos passageiros de três trens de grande velocidade na Alemanha, depois que as altas temperaturas tornaram a permanência no interior dos vagões insuportável, afirmou neste domingo o porta-voz da companhia ferroviária alemã Deutsche Bahn.

Segundo a empresa, com a onda de calor que atinge o país, os sistemas de ar-condicionado nos três trens que viajavam de Berlim para a Renânia, no oeste do país, ficaram superaquecidos.

O calor escaldante nos vagões levou os funcionários da empresa a ordenar a retirada de centenas de passageiros a bordo, nas cidades de Hannover e Bielefeld. “Nós pedimos desculpas pelo mau funcionamento dos ares-condicionados em temperaturas muito altas”, disse o porta-voz da companhia.

Segundo um jornal local, as temperaturas nos trens lotados que pararam em Bielefeld alcançaram mais de 50º Celsius. Vários passageiros, temendo desmaiar, tiveram de se deitar no chão dos vagões. A mãe de um menino tentou quebrar uma janela com um martelo de emergência para deixar entrar o ar fresco, informou o jornal.

Trabalhadores de serviços de emergência e funcionários da Deutsche Bahn distribuíram bebidas frias aos passageiros desidratados antes de eles serem transferidos para outros trens, afirmou o porta-voz da empresa. As informações são da Dow Jones.