O Haiti receberá hoje 12 toneladas de sementes de milho da espécie BR 106 por meio de uma colaboração do Brasil, que fez a doação, com a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês). De acordo com a FAO, mais 24 toneladas de sementes serão entregues até domingo. Além disso, o Brasil enviará outras 36 toneladas de sementes de feijão caupi BRS Guariba. As sementes foram produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

A FAO informou também, por meio de sua assessoria de imprensa, que, depois dessas remessas, outros 200 quilos de sementes variadas de hortaliças – cenoura, feijão-de-vagem, pepino, repolho, alface, abóbora, abobrinha e couve – terão o Haiti como destino. Estas sementes serão doadas pela Embrapa, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA).

Todas as sementes do Brasil a serem enviadas representarão, segundo a FAO, 60% do total da produção anual de alimentos no país. Em função do terremoto que assolou o Haiti no começo do ano, praticamente todas as sementes foram consumidas por causa da falta de alimentos.