As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) anunciaram hoje a libertação de três reféns caso sejam cumpridos os requisitos necessários para o resgate.

Em um comunicado assinado pelo secretariado, instância máxima do grupo, e entregue a ex-senadora Piedade Córdoba, responsável pela mediação entre as autoridades colombianas e os guerrilheiros, as Farc informaram que nos próximos dias colocarão em liberdade os subintendentes da polícia Jorge Trujillo Solarte e Jorge Humberto Romero, e o sargento José Libardo Forero, todos eles sequestrados em 1999.

Na mensagem, eles ainda afirmam que, “em breve, anunciaremos a identidade de outros três” reféns que devem ser libertados no mesmo processo.

Segundo a guerrilha, o gesto obedece ao “compromisso” que tinham com Córdoba e com a organização não governamental Colombianos e Colombianas pela Paz (CCP), liderada por ela.

“Esperamos que o governo nacional e a cúpula militar não repitam o ocorrido em 26 de novembro em Caquetá”, concluiu a nota, em referência à morte de quatro reféns durante uma tentativa frustrada de resgate por parte dos militares.