A empresa responsável pela fabricação do iPad e do iPhone, Foxconn, está enfrentando, na China, uma ameaça de suicídio coletivo de seus funcionários. A empresa é famosa por manter seus trabalhadores sob métodos extremamente rígidos de trabalho.

As informações dão conta de que desta vez aproximadamente 150 funcionários da fábrica de Wuhan, na China, ameaçaram pular da cobertura do prédio onde fica a empresa. A razão para isso é a mudança de aproximadamente 600 funcionários para uma recém-criada linha de produção. A nova linha produziria gabinetes para a Acer. O problema seria a falta de treinamento, pagamentos irregulares e a rigidez da linha de montagem.

A ameaça acabou após um consenso dos trabalhadores. Além da desistência do suicídio coletivo, cerca de 50 trabalhadores escolheram pedir demissão da empresa.