O Senado francês aprovou hoje o plano do presidente Nicolas Sarkozy de reforma da previdência, que prevê o aumento da idade da aposentadoria de 60 para 62 anos. O projeto de lei provocou uma ampla onda de protestos no país.

“Chegará o dia em que os opositores irão agradecer o presidente e o governo por agir responsavelmente”, disse o ministro do Trabalho da França, Eric Woerth, logo antes de o Senado aprovar o projeto por 177 votos a favor e 153 contra. As informações são da Dow Jones.