Autoridades de saúde da França identificaram um caso de infecção respiratória aguda provocada por uma nova cepa de coronavírus registrada pela primeira vez no país, informou o Ministério da Saúde nesta quarta-feira.

A pessoa voltou de uma viagem à Arábia Saudita e está agora sob cuidados intensivos e de quarentena, informou o Ministério em comunicado. Recentemente identificado em humanos, o novo vírus é uma cepa dos coronavírus que provocam doenças que vão de resfriado comum a síndrome respiratória aguda severa, também conhecida como sars.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) vem monitorando de perto o vírus que causa graves doenças respiratórias que provocam febre, tosse, dificuldades para respirar e, às vezes, morte.

De setembro de 2012 até a última segunda-feira, a OMS havia registrado 30 casos confirmados por laboratórios em todo o mundo, dos quais 18 resultaram em mortes. As confirmações foram vieram de países como Jordânia, Catar e Reino Unido.

Desde o início de abril, sete em cada 13 pacientes com o vírus morreram após um surto da doença numa instalação de saúde na Arábia Saudita. Os pacientes que adoeceram têm entre 24 e 94 anos e são, na maioria, homens. As informações são da Dow Jones.