A televisão estatal da Costa do Marfim informou na noite de hoje que o general renegado e senhor da guerra Ibrahim Coulibaly foi morto por seus ex-colaboradores.

Segundo informações da televisão, Ibrahim morreu durante um confronto com tropas do ministro da Defesa, Guillame Soro, no bairro de Abobo, onde ficava sua fortaleza.

Um comandante das forças de Soro disse que seus soldados encontraram o corpo de Coulibaly já sem vida quando tomaram a fortaleza. Coulibaly ajudou o presidente eleito, Alassane Ouattara, a derrotar as forças do presidente com mandato vencido Laurent Gbagbo, que se recusava a deixar o cargo.

No decorrer de abril, contudo, ele não quis depor as armas e acabou sendo atacado pelas tropas do governo Ouattara. As informações são da Associated Press.