A Grã-Bretanha recebeu o primeiro lote de 100 mil doses de vacina contra a gripe A (H1N1), informou hoje o Departamento de Saúde local. As vacinas deverão ainda passar por um licenciamento antes de serem aplicadas na população, indicou o órgão. Os produtos foram entregues pela norte-americana Baxter International e podem ser aprovadas no início de outubro, caso não haja nenhum problema.

A França também informou hoje que recebeu o primeiro lote das vacinas. A ministra da Saúde francesa, Roselyne Bachelot, não especificou, porém, a quantidade nem o tipo de vacina.Também nesta quinta-feira, a Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO, na sigla em inglês) notou que as ocorrências de gripe A (H1N1) em perus no Chile aumentam os temores de que o vírus possa se combinar com o da gripe aviária, gerando uma doença mais perigosa.

A agência, sediada em Roma, apontou que, em teoria, uma mistura entre o vírus H1N1, com taxa de mortalidade semelhante ao da gripe comum, com o da gripe aviária, H5N1, poderia gerar uma variedade mais mortífera. O H5N1 é bem mais mortífero que o H1N1, mas tem mais dificuldade de infectar humanos. A FAO lembrou, porém, que o Chile não tem registro de gripe aviária. As informações são da Dow Jones.