Uma grande explosão atingiu nesta sexta-feira o principal prédio das Nações Unidas na Nigéria, localizado em Abuja, capital do país, informaram funcionários da ONU e do setor de segurança local. A agência já havia recebido muitas ameaças no país. Várias pessoas morreram, porém não há um número oficial confirmado.

Um membro das forças de segurança em Abuja afirmou que aparentemente o prédio foi alvo de um caminhão-bomba. Um funcionário do escritório da ONU em Lagos afirmou que a explosão ocorreu na ala do prédio onde ficava a representação do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

“Eu vi corpos espalhados”, relatou Michael Ofilaje, funcionário do Unicef no prédio. “Muitas pessoas estão mortas”, afirmou. Trabalham no prédio cerca de 400 empregados da ONU na Nigéria. Uma porta-voz do escritório da ONU em Genebra, Alessandra Vellucci, confirmou o atentado, mas não tinha informações sobre mortes.

O prédio fica próximo da embaixada dos EUA e de outras sedes diplomáticas em Abuja. Até o momento nenhum grupo reivindicou o atentado, porém a Nigéria, um país rico em petróleo, enfrenta ameaças em várias frentes.

Com 150 milhões de habitantes, a Nigéria é dividida entre o sul de maioria cristã e o norte muçulmano. Nos últimos meses, o país enfrenta a crescente ameaça da seita radical Boko Haram, que almeja implementar uma versão estrita da lei islâmica. As informações são da Dow Jones e da Associated Press.