O porta-voz do primeiro-ministro da Grécia, George Papandreou, disse que ele contou aos países da União Europeia sua intenção de realizar um referendo sobre a aceitação do segundo pacote de resgate internacional. “Ele os informou sobre suas intenções”, disse Ilias Mossialis em uma entrevista para a rádio Vima, embora tenha admitido que Papandreou não estabeleceu uma data para o anúncio do referendo, alegando que isso era confidencial. Diversos líderes europeus criticaram a Grécia por não terem sido informados antes do plano sobre o referendo. As informações são da Dow Jones.