O Itamaraty confirmou informações divulgadas pelo Repórter Brasil, da TV Brasil, de que o helicóptero em que viajava na tarde de quarta-feira (27) o presidente da Bolívia, Evo Morales, fez um pouso forçado em Riberalta, na departamento de El Beni, onde é forte a oposição a ele.

Um avião militar boliviano King Air pousou no aeroporto de Guajará-Mirim, em Rondônia, próxima a Riberalta, para resgatar Morales. No final da noite, ele decidiu deixar a localidade e ir até o município brasileiro, onde embargou para La Paz, a bordo da aeronave militar.