Um homem-bomba provocou uma explosão num café ao norte de Bagdá neste sábado, deixando 12 mortos e 35 feridos, segundo informações da polícia. Um café da mesma rede na cidade de Balad foi atacado também por um homem-bomba em agosto, matando 16 pessoas.

Militantes têm feito uma série de ataques a cafés no Iraque nos últimos meses, e também colocaram o alvo em outros locais onde há aglomeração de pessoas, incluindo mesquitas, campos de futebol, funerais e mercados.

A violência no país atingiu um nível não visto desde 2008, e há temores de que o Iraque mergulhe no mesmo tipo de intenso derramamento de sangue entre sunitas e xiitas, que teve seu pico em 2006-2007 e deixou milhares de mortos. Mais de 4.750 pessoas morreram desde o início do ano por causa dessa onda de violência. Fonte: Dow Jones Newswires.