O governo da Hungria afirmou, nesta terça-feira, que o país está sob um “ataque organizado do tráfico de humanos” e que vai enviar milhares de policiais à fronteira com a Sérvia para conter o fluxo crescente de imigrantes.

Cerca de 130 mil imigrantes desembarcaram na Hungria só neste ano – o número é três vezes maior que o registrado em 2014. A maioria pede asilo, mas deixam a Hungria rumo a países mais ricos da União Europeia, como a Alemanha.

De acordo com o ministro Janos Lazar, a Hungria deve endurecer as punições previstas no Código Penal contra imigrantes ilegais no país. Fonte: Associated Press.