Imigrantes na fronteira entre a Macedônia e a Grécia entraram em confronto com a polícia neste sábado, revoltados com a construção de uma cerca pelas autoridades macedônias e após um acidente grave com um jovem marroquino. O governo da Macedônia diz que 18 policiais ficaram levemente feridos nos combates, que foram breves, mas intensos. Não há informações oficiais sobre o número de imigrantes feridos, embora a polícia tenha usado balas de borracha e bombas de efeito moral. A Cruz Vermelha e outras organizações não-governamentais dizem ter atendido 20 feridos.

As tensões na região aumentaram após um marroquino de 24 anos ser acidentalmente eletrocutado em cima de um trem, quando tentava cruzar a fronteira. Centenas de imigrantes estão isolados na região, no lado grego, após a Macedônia ter decidido no começo deste mês, juntamente com a Sérvia, Croácia e Eslovênia, deixar passar apenas refugiados de “zonas de guerra” do Afeganistão, Iraque e Síria.

Mais de 600 mil refugiados do Oriente Médio, África e Ásia entraram na Europa por meio da Grécia este ano, muitos após cruzarem o mar, saindo da Turquia. Boa parte enfrenta uma longa jornada pelos Balcãs, tentando chegar nos países mais ricos do centro e norte da Europa.

O marroquino ferido no incidente do trem está internado em estado grave. Seus compatriotas eram a maior parte do grupo de cerca de 250 pessoas que começou a jogar pedras contra a polícia macedônia. Entre os quase 800 imigrantes na região também estão cidadãos da Argélia, Tunísia, Líbano, Iêmen, Irã, Paquistão, Bangladesh, Somália e Congo.

O porta-voz do governo da Macedônia, Aleksandar Gjorgjiev, explicou que o país começou a construir uma cerca na fronteira com a Grécia para evitar a transposição ilegal e forçar que os imigrantes passem pelo posto de checagem. “A fronteira continuará aberta e todos os imigrantes de zonas de guerra poderão entrar”, afirmou. Os imigrantes estão acampados na beira da linha férrea, impedindo o tráfego de trens há 11 dias.

Inicialmente, os policiais gregos não interferiram no confronto, já que os imigrantes atacaram apenas os macedônios. A certa altura, porém, os gregos socorreram seus colegas. O embate durou cerca de uma hora e terminou após a intervenção de outros imigrantes, que hastearam roupas brancas em sinal de trégua. Fonte: Associated Press.