Um raio provocou ontem um incêndio em dois tanques de um terminal de estocagem de petróleo Bopec da Petroleos de Venezuela (PDVSA), na ilha de Bonaire. Um dos tanques continuava a queimar hoje, e as operações no terminal estavam interrompidas.

Reynold Janga, chefe dos bombeiros da ilha caribenha, disse por telefone que a corporação parou de tentar extinguir o incêndio no tanque de estocagem que continha nafta, um derivado do petróleo altamente inflamável. “Nós decidimos permitir que o combustível do tanque queime completamente”, afirmou. “O problema é que não temos espuma (para combate a incêndio) suficiente na ilha e a quantidade de nafta é muito grande.”

O outro tanque que pegou fogo continha petróleo bruto, que é menos inflamável, e o incêndio foi rapidamente controlado ainda ontem. O chefe dos bombeiros disse que não houve feridos e que os funcionários da Bopec foram retirados do local. O transporte de mercadorias que saem e chegam ao terminal está interrompido, disse ele. “Havia dois navios ancorados quando o fogo começou e imediatamente os enviamos embora por questões de segurança.”

Um comunicado da PDVSA, que é proprietária do terminal nas Antilhas Holandesas, alegava que os dois tanques continham nafta. Funcionários da empresa não puderam ser contatados para esclarecer a informação. Embora o tanque com nafta continuasse a queimar, o chefe dos bombeiros disse estar confiante de que as chamas não se espalhariam. As informações são da Dow Jones.