Índia e Rússia firmaram nesta sexta-feira (5) um acordo que prevê a construção de quatro novos reatores de energia nuclear no sul indiano. A Rússia tornou-se com isso o terceiro país a firmar um acordo envolvendo energia atômica com a Índia, após a decisão em setembro do Grupo de Fornecedores Nucleares de levantar a proibição do comércio de tecnologia nuclear com a Índia. Os Estados Unidos e a França são as outras nações que firmaram acordos do tipo com Nova Délhi.

O pacto com a Rússia prevê a construção de quatro reatores atômicos em Kudankulam, no Estado de Tamil Nadu, no sul indiano. Também está prevista a cooperação em vôos espaciais tripulados entre os países. Os valores não foram divulgados.

Moscou já está construindo dois reatores de água leve com capacidade de produzirem 1 mil megawatts cada, no mesmo local. A cerimônia de assinatura do tratado ocorreu durante a visita a Nova Délhi do presidente russo, Dmitry Medvedev. As informações são da Dow Jones.