O número de mortos em um tumulto próximo a um templo hindu na região central da Índia subiu para 115 nesta segunda-feira. Mulheres e crianças são maioria entre as vítimas do corre-corre.

Milhares de peregrinos hindus estavam atravessando uma ponte que conduz a um templo em Madhya Pradesh, quando eles entraram em pânico com rumores de que a ponte se romperia, o provocou uma debandada dos hindus.

O vice-inspetor-geral de polícia, Dilip K. Arya, confirmou hoje que o número de mortos passou de 109 para 115, mas observou que muitos dos feridos estão internados em condições críticas de saúde.

Além disso, muitas pessoas caíram no rio sob a ponte durante o tumulto e é possível que algumas delas tenham sido levadas pela correnteza.

Muitos devotos se aglomeravam na aldeia Ratangarh para homenagear a deusa mãe hindu Durga no último dia do popular festival Navaratra, que reuniu cerca de meio milhão de pessoas.

O primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, manifestou “profundo pesar e choque pelas vidas perdidas” e pediu às autoridades locais que ajude os sobreviventes e os familiares dos mortos. Fonte: Associated Press.