O índice de desemprego nos Estados Unidos subiu um décimo em outubro e chegou a 7,9%, informou nesta sexta-feira o Departamento de Trabalho.
Em outubro, a economia americana criou 171 mil empregos, segundo os números do Departamento do Trabalho, um ritmo mais robusto do que o verificado em agosto e setembro.

O maior aumento da contratação de trabalhadores em outubro aconteceu em áreas que relacionadas à saúde, ao comércio e ao setor de hotelaria e lazer.
A maioria dos analistas tinha calculado que o índice de desemprego subiria um ou dois décimos com relação a setembro, e que o lucro líquido de empregos ficaria ao redor de 125 mil postos de trabalho.

O crescimento mais rápido do emprego está refletido na melhora recente da atitude dos consumidores, cujas despesas representam quase 70% da atividade econômica dos EUA.

Em setembro, as remunerações horárias dos trabalhadores foram 1,6% mais altas do que as do mesmo período do ano passado, o menor aumento registrado desde 2007.