As famílias dos 155 passageiros que morreram a bordo do voo 8501, desaparecido no último dia 28 de dezembro, vão receber, cada uma, indenização de US$ 98,2 mil da companhia aérea AirAsia, informou nesta quarta-feira o executivo-chefe da empresa, Sunu Widyatmoko.

O pagamento corresponde ao montante solicitado, um dia antes, por meio de lei do governo indonésio, que convidou as seguradoras para começar a processar reivindicações antes de pronunciamentos oficiais de mortes ou da conclusão de investigação sobre o acidente.

Algumas famílias já tinha sido indenizadas com valores que chegavam a US$ 24 mil, de acordo com um documento ao qual teve acesso o The Wall Street Journal. A seguradora alemã Allianz SE disse na semana passada que uma unidade que agia como resseguradora líder para dois voos perdidos da Malaysia Airlines também é o subscritor para AirAsia. Fonte: Dow Jones Newswires.