Insurgentes atacaram a principal prisão na região da capital da Síria, Damasco, neste domingo e realizaram uma série de ofensivas em bairros residenciais na cidade, matando pelo menos 11 pessoas e ferindo mais de 40.

Em um comunicado divulgado pela TV estatal, o ministério do interior disse que o bombardeio na área da prisão matou 10 pessoas e feriu 40. O governo não informou se os mortos e feridos incluíam apenas prisioneiros do complexo conhecido como Adra. O comunicado não diz de maneira específica qual grupo insurgente foi o responsável pelo ataque.

Ainda neste domingo, os rebeldes dispararam explosivos em bairros residenciais em Damasco, matando uma pessoa e ferindo sete, de acordo com a TV estatal.

O bombardeio na prisão de Adra e áreas próximas ocorreu um dia após o governo realizar ataques aéreos em um subúrbio de Damasco, matando mais de 20 pessoas e ferindo dezenas, na ofensiva mais recente em uma região controlada pelos insurgentes.

Também neste domingo, agência de notícias estatal SANA afirmou que os ataques da força aérea do governo mataram mais de 50 militantes na província costeira de Latakia, um reduto do presidente Bashar Assad. A guerra civil da Síria, agora em seu quinto ano, já matou mais de 250 mil pessoas e feriu mais de um milhão, de acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU). Fonte: Dow Jones Newswires.