Insurgentes islâmicos invadiram uma base militar em uma antiga fábrica no noroeste da Síria nesta segunda-feira, apreendendo tanques e outras armas no mais recente revés para as forças do presidente Bashar Assad na região, disseram ativistas.

Desde março, a ofensiva da oposição na província de Idlib capturou a capital provincial, uma cidade estratégica, bem como vilas e bases militares. As facções armadas anti-Assad, que congregam diversos espectros ideológicos, têm demonstrado um grau de coordenação sustentada inédita no norte da Síria, contribuindo para o sucesso da campanha.

Depois de horas de luta pesada, os combatentes da oposição assumiram o controle da base na antiga fábrica, conhecida como Qarmeed, a noroeste da cidade de Ariha, informaram o Observatório Sírio-Britânico para os Direitos Humanos e um ativista da cidade de Jisr al-Shughour.

O Observatório disse que os insurgentes capturaram sete tanques, veículos blindados, metralhadoras pesadas e munições. Segundo ativistas, os combatentes agora viraram suas armas contra a base militar de Mastoumeh, nas proximidades.

Os ativistas disseram que as forças governamentais realizaram mais de uma dúzia de ataques aéreos sobre a base Qarmeed depois de sua queda.

A tomada da base é a mais recente de uma série de derrotas para as forças de Assad em Idlib. As tropas do governo já foram expulsas de Idlib, capital da província, bem como a cidade de Jisr al-Shughour. Fonte: Associated Press.