O Irã e as potências mundiais esperam anunciar um acordo inicial nesta sexta-feira para conter o programa nuclear do Irã , em troca de um abrandamento das sanções contra o país, um passo que marca o primeiro avanço em uma década para neutralizar a ameaça iraniana de desenvolver armas nucleares.

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, deve ir para Genebra nesta sexta-feira para concluir o acordo, informou o Departamento do estados dos Estados Unidos.

Mais cedo, participantes das gestões realizadas em Genebra envolvendo Irã e um grupo de potências formado por Alemanha, China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha e Rússia reportaram avanços significativos.

Numa entrevista concedida à emissora norte-americana CNN, o ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, afirmou que já é possível começar a redigir um esboço do acordo sobre o programa nuclear de seu país de modo a sanar as preocupações de todos os envolvidos nas negociações.

Ainda de acordo com o chanceler iraniano, é possível que a redação seja concluída amanhã mesmo, quando ele se reunirá em Genebra com a comissária de Relações Exteriores da União Europeia (UE), baronesa Catherine Ashton, que chefia a delegação de seis países que negocia com Teerã.

Também nesta quinta-feira, um porta-voz da UE relatou “progressos” na reunião de hoje entre o Irã e o grupo de potências. Fonte: Dow Jones Newswires e Associated Press.