O presidente do Irã, Hassan Rohani, disse na quarta-feira, 20, ter derrotado os protestos que começaram na semana passada depois de um aumento de 50% no preço da gasolina. De acordo com Rohani, as manifestações foram incentivadas pelos Estados Unidos e por Israel.

“O povo iraniano novamente foi bem sucedido em um teste histórico e mostrou que não vai deixar inimigos se beneficiarem da situação, mesmo que possa ter reclamações sobre o governo do país”, disse o presidente. Com base em imagens de vídeo e depoimentos de ativistas, a Anistia Internacional afirma que pelo menos 106 manifestantes em 21 cidades foram mortos desde que os protestos começaram. (Com agências internacionais)

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.