O gabinete do governo de Israel aceitou uma proposta do Egito por um cessar-fogo na Faixa de Gaza para interromper um conflito de uma semana com os militantes do Hamas.

O escritório do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu informou que o gabinete se reuniu na manhã desta terça-feira e aceitou a proposta, que entrará em vigor às 9h do horário local.

O acordo pede por um cessar-fogo de 12 horas de “aceitação incondicional” pelos dois lados, seguido pela abertura da fronteira de Gaza e negociações no Cairo dentro de dois dias.

Hamas reconheceu o “movimento diplomático” para o fim do conflito, mas ainda não aceitou formalmente a proposta.

Israel lançou uma ofensiva contra o Hamas na Faixa de Gaza na última terça-feira. A operação matou até o momento 185 palestinos e expôs milhões de israelenses aos lançamentos de foguetes do Hamas. Fonte: Associated Press.