Funcionários do Ministério da Defesa israelense afirmaram que o governo decidiu não permitir a retomada da entrega de carregamentos na Faixa de Gaza. Israel proibiu os carregamentos na semana passada, em resposta a ataques de palestinos com morteiros. Funcionários afirmaram que o ministro da Defesa, Ehud Barak, decidiu hoje manter a restrição, pois ainda havia lançamento de morteiros.

Israel é o único fornecedor de combustível industrial para a única estação elétrica de Gaza. Funcionários palestinos afirmam que a medida israelense lançará o território na escuridão. Segundo o funcionário Kanan Obeid, do setor energético de Gaza, a planta energética deve parar de funcionar ainda hoje. Os moradores de Gaza têm utilizado gás contrabandeado a partir do Egito, o que pode aliviar a situação, enquanto os palestinos ligam geradores.