Morreu neste final de semana a adolescente esfaqueada pelo judeu ultraortodoxo durante a Parada do Orgulho Gay, em Jerusalém.

A adolescente Shira Banki tinha 16 anos e estava entre as seis pessoas feridas na última semana pelo extremista religioso. Segundo informações do hospital Hadar Elboim of Hadassah, ela não resistiu aos ferimentos e seus órgãos serão doados.

O autor dos ataques já havia sido preso por um ataque semelhante em 2005 e tinha sido libertado da prisão há três semanas.

A Parada do Orgulho Gay de Jerusalém é pequena se comparada com a de Tel Aviv, mas reuniu 100 mil pessoas neste ano. Fonte: Dow Jones Newswire.