A guarda costeira italiana diz que coordenou o resgate de mais

de 4.000 migrantes perto da costa da Líbia em 22 operações separadas.

Os resgates, feitos com 13 barcos e nove botes de borracha motorizados, ocorreram na sexta-feira. A guarda costeira afirmou neste sábado que 17 imigrantes foram encontrados mortos a bordo de um dos navios. Ao todo, 4.243 migrantes resgatados estavam sendo levados para portos italianos.

Os migrantes têm recorrido a contrabandistas para fugir da guerra, perseguição ou a pobreza na África, Oriente Médio e outros lugares.

Navios de carga e da Marinha irlandesa e alemã ajudaram os italianos nos resgates. A Itália tem pedido ajuda a seus parceiros europeus na questão dos migrantes. Fonte: Associated Press.