O governador da Ohio, John Kasich, lançou sua pré-candidatura às eleições dos EUA, ampliando o já grande número de republicanos na corrida presidencial. Kasich é o 16º – e talvez último – republicano a disputar a candidatura e afirmou em seu discurso de lançamento da campanha, na Universidade Estadual de Ohio, que está preparado para liderar o país.

“Não há dúvidas sobre isso. Eu sei o que precisa ser feito”, disse Kasich. No discurso de quase uma hora, Kasich falou apenas em termos gerais sobre política e marcou suas declarações com histórias pessoais e sentimentos sobre sua fé protestante. “Sou apenas um homem tentando honrar as bênçãos de Deus na minha vida”, declarou. “Farei o meu melhor para servir vocês.”

Kasich, de 63 anos, conta com sua experiência de governador e parlamentar para conseguir ser o candidato republicano à presidência. No discurso de hoje ele também destacou seu trabalho em questões de segurança nacional e orçamento durante o mandato como congressista, de 1983 a 2001, bem como a recuperação da economia de Ohio.

Pesquisas mostram que Kasich, que também tentou se candidatar à presidência em 1999, tem muito trabalho a fazer. Em um levantamento feito pelo Wall Street Journal e a NBC News no mês passado, apenas 25% dos eleitores das primárias republicanas disseram que poderiam apoiá-lo, enquanto 42% não o conheciam.

Kasich provavelmente dividirá espaço no Partido Republicano com o ex-governador da Flórida, Jeb Bush, que possui mais dinheiro e é mais conhecido. Por outro lado, Kasich não carrega nos ombros o nome da família Bush. Fonte: Dow Jones Newswires.