Uma vítima do terremoto que na última segunda-feira (6) devastou a região de Abruzzo, centro da Itália, foi retirada com vida após ter permanecido 42 horas sob os escombros.

A garota, identificada pelo nome de Eleonora Calesini, foi encontrada no centro histórico da cidade de L’Aquila.

De pijama, a jovem estava presa em uma espécie de vão formado por pilastras de cimento armado, que permitiu que ela sobrevivesse.

Segundo os bombeiros, Eleonora, que tem 20 anos, sofreu uma fratura em um dos braços, “estava consciente e falava durante a operação”.

Equipes de resgate iniciaram os trabalhos de buscas poucas horas após o terremoto, registrado às 3h32 locais de segunda (22h32 de domingo, no horário de Brasília).

Na manhã desta terça-feira, o premier italiano, Silvio Berlusconi, havia anunciado que as tarefas de resgate de feridos e corpos continuariam por mais 48 horas. Até o momento, as mortes chegam a 228, enquanto os feridos são mais de mil.