Um juiz federal dos EUA bloqueou na quinta-feira, 8, a construção do oleoduto Keystone XL sob a justificativa de que o governo Donald Trump não explicou de maneira adequada o motivo que o levou a levantar a proibição do projeto imposta por seu antecessor, Barack Obama, em 2015.

A decisão do juiz Brian Morris, do Estado de Montana, é um revés para Trump e a indústria do petróleo. O oleoduto pretende unir a província canadense de Alberta às refinarias do Golfo do México.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.