A Justiça da Espanha ordenou nesta quinta-feira, 31, à Microsoft que bloqueasse o acesso a alguns serviços que a empresa oferece e são usados pelos separatistas da Catalunha para organizar protestos. Um aplicativo chamado “Tsunami Democràtic” usa a plataforma do GitHub, subsidiária da Microsoft, para operar. A empresa disse, também na quinta-feira, que acatou a ordem. O bloqueio do aeroporto de Barcelona, por exemplo, foi feito com o uso do aplicativo. Já houve ordens judiciais semelhantes para restringir o uso do GitHub em outros países, como China e Rússia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.