O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, disse que a decisão norte-americana de suspender a ajuda ao Egito não deve ter muito impacto sobre as relações com o país.

Kerry afirmou que a administração do presidente Barack Obama permanece comprometida com restaurar a democracia no Egito e manterá contato com os líderes do governo interino.

Falando em uma coletiva de imprensa na Malásia, Kerry afirmou que “de maneira alguma” a decisão refere-se a uma desistência das relações. Segundo a autoridade, a suspensão não deve ser vista como algo que pode prejudicar o comprometimento de Washington em ajudar.

O Departamento de Estado disse na quarta-feira que estava congelando centenas de milhões de dólares em ajuda ao Egito. Grande parte desse montante era voltada para assistência militar.

Kerry também afirmou que os norte-americanos devem se sentir confortáveis em ajudar um governo estrangeiro, mas as autoridades atuais do Egito ainda não atenderam aos padrões. Fonte: Associated Press.