Os países do Oeste do Bálcãs, muitos dos quais que fizeram parte da extinta Iugoslávia, estão conseguindo apoio para seus esforços de aderir à União Europeia (UE). Chanceleres de quatro países do Leste Europeu que já aderiram ao bloco, Polônia, República Checa, Hungria e Eslováquia, manifestaram hoje apoio para que Albânia, Bósnia, Croácia, Macedônia, Sérvia, Montenegro e Kosovo façam parte do bloco.

Os chanceleres dos quatro países do Leste convocaram a reunião hoje em Bratislava, capital eslovaca, para que os países do oeste balcânico resolvam seus problemas, o que é uma pré- condição para a entrada no bloco europeu. Eles afirmam que as negociações entre a Sérvia e sua província separatista do Kosovo, que são mediadas pela UE, precisam iniciar “imediatamente”. Eles afirmaram que as negociações para a adesão da Croácia ao bloco deverão estar completas no próximo ano, quando Hungria e Polônia presidirão rotativamente a UE.